sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Tédio

Cala-te a boca!
Velho tédio
Obsoleto!

Traga-me tormento
Enxuto de segredos,
Molhado de surpresas!

Para que volte a bater
Esse coração cheio de mistérios.



Clareanna V. Santana, 22 de novembro de 2008.
------------------------------------------------------------------
"Minha poesia não está nem aí pra sua indiferença". (Nicolas Berh)