quarta-feira, 25 de novembro de 2009

[...]

Free
Mente
A dor
Que
Eu senti
Para
In
Tro
Espectador
Do
Meu
Ser


Clareanna V. Santana, Nov. 2009
@Clareamente

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

In-produtividade.

Produtividade intelectual!
Sede, coisa,
fogo, dor.

Cega-mente a
vista.
Cega o modo
insano à mente.

Não produzo nada
intelectualmente.
Internizo
besteiras,
conflitos,
delitos/ Discursos.

Não enxergo
Clare-a-mente.
Sozinha trafego.
Na cama
eu deito
e tolero.




Clareanna V. Santana, 15 de novembro de 2009.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O gole

O gole que se fez
pouco,
que se fez grande
na sede.

O gole olhando a rede,
o escuro.
O gole que brinda
a vida – você –
jamais esquecida.

O gole quente
pra aquecer a noite,
a solidão e o carinho.
O gole que se fez
Vazio.


Clareanna V. Santana, 20 de novembro de 2009.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Febre Latente

A fúria emanada
da gota,
dos poros,
do puro sangue
que trafega e transporta
conflitos.

A mente transplantada
de energia...
A simbologia da alma
que cala,
que cede...

Eis a saga
do desejo inerte
que friccionava
a pele,
a carne lânguida.

Olha o ser sombrio,
o anjo caído
que sai do ventre virgem.

Tente compreender
cada palavra dessa
febre latente
enquanto eu, incomunicavelmente,
espero passar.


Clareanna V. Santana, 15 de novembro de 2009.