quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Cinismo


De todo jeito
os olhares denunciavam.
De toda verdade
um confirmava.

A outra se oferecia e ele entregava...
A outra buscava e o mistério conseguia...

O presente era outro...
Da outra o quisto...
Dela ficou a miséria...
E dele o cinismo.


Clareanna V. Santana, 03 de novembro de 2011.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Quatro Amores

O porta-retratos
muda, às vezes, de figura.
Mostra o que está guardado aqui dentro.
Nos olhos as lembranças amargam
saudades que o orgulho não permite.

No porta-retratos,
no retrato desfocado,
os rostos que dói
o peito...

A soma deles é três,
porém, em verdade,
são quatro:
Quatro amores
desfocados.

O quarto não se vê, mas está lá
autografado.



Clareanna V. Santana, 01 de novembro de 2011.