terça-feira, 30 de junho de 2015

Antes que a poesia acabe

Antes que o vazio
consuma:
Assuma-me!

Antes que o vazio
mate:
Liberte-nos!

Antes que a poesia 
acabe:
Assuma-me,
Liberte-nos
e depois
Salve-se.


Clareanna V. Santana

Um comentário:

George Ardilles disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.