sexta-feira, 3 de julho de 2015

Humanidade


Nem precisava convencer
era do choro que ela ria,
do riso que chorava.

Nem precisou contar.
Não adiantou esconder.
No final eram as lágrimas
que denunciavam.

O que a fez sorrir
nos fez chorar.
Então chorei.



Clareanna V. Santana

Nenhum comentário: