sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Luara



Nua
Com a fita embaraçada
Na perna
Ela pensava
No que ainda estava por vir.

Lua
Fitava
Pela janela
Enquanto ela
Procurava
O seu devir.

Sua
Dona viva,
Súbita e bendita
Virava olhos
Por medo
De si.

Ela
Fitava a janela
A Lua e
Entre suas pernas
Entregava-se a ti.

Clareanna V. Santana
@Clareamente

2 comentários:

Unknown disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cátia Luciene Pinheiro de Viveiros Santana disse...

Te li a noite toda...com a leitura viajo em VC eternamente, claramente, firmemente, na mente e no meu caração.