terça-feira, 14 de junho de 2016

Como veio ao mundo



O belo
como veio ao mundo:
Liso, solto, manso...

Tateio cada curva
cada centímetro convexo,
e o côncavo...

Em meio às pernas
me entrelaço
e entre elas
me liberto...

Seja pelos olhos
ou pela boca
como, delicioso,
o que o mundo me ofereceu.

Clareanna V. Santana

@Clareamente

Nenhum comentário: